Esclarecimento – Edital n° 5/2016 – Manutenção de Grupos e Espaços

Devido as frequentes dúvidas que estamos recebendo em relação à elaboração da planilha orçamentária dos projetos de manutenção de grupos e espaços,  esclarecemos que o valor solicitado na planilha orçamentária deve corresponder ao total referente aos dois anos de apoio, ou seja, para projetos de Manutenção de Grupos Artísticos o valor máximo que pode ser solicitado é R$ 240 mil, para Manutenção de Espaços Culturais – Módulo I o valor máximo é R$ 200 mil e para Manutenção de Espaços Culturais – Módulo II o valor máximo é R$ 320 mil.

Conforme previsto no item 5.7 do Edital, o repasse dos recursos,  referente ao primeiro ano de apoio, será realizado sob o regime antecipado, sendo depositados integralmente em conta corrente específica, aberta junto ao Banco Regional de Brasília – BRB. Os recursos disponibilizados para o segundo ano serão liberados após apresentação das contas e relatório referentes a execução do plano de trabalho do primeiro ano do projeto.

Para que a questão fique mais clara e também para facilitar o preenchimento da planilha orçamentária, estamos disponibilizando uma planilha específica para os projetos de manutenção de grupos e espaços. A única mudança realizada na nova planilha que está sendo disponibilizada está na coluna “Etapa do Projeto”. As opções que antes eram “Pré-Produção”; “Produção” e “Pós-Produção” foram substituídas por “Primeiro Ano” e “Segundo Ano”.

Também foi realizada uma pequena atualização no formulário de inscrição, no item “Objetivos” foram adicionados os subitens “1° ano do projeto e 2° ano do projeto”.

Abaixo estão disponíveis as versões atualizadas da planilha e formulário de inscrição. Lembrando que os arquivos só devem ser utilizados para projetos de manutenção de grupos ou espaços culturais.

Planilha Orçamentária – Manutenção de Grupos e Espaços

Formulário de Incrição – Manutenção de Grupos e Espaços – Ver. Atualizada

Os proponentes que já elaboraram seus projetos utilizando os modelos antigos não serão prejudicados. Apenas solicitamos que verifiquem se os valores solicitados estão adequados considerando as informações aqui apresentadas.

Palestra de Capacitação – Novos editas FAC 2016

Segunda-feira, dia 26 de setembro, a Subsecretaria de Fomento e Incentivo Cultural realizará palestra para apresentar os novos editais do FAC 2016  para os interessados em inscrever projetos culturais na seleção. O objetivo é oferecer instruções para que os entes e agentes culturais do DF possam conhecer todos os requisitos exigidos para apresentação dos projetos. Também será demonstrado  um passo a passo da utilização do ProCult, novo sistema online de envio de propostas culturais desenvolvido pela Secretaria de Cultura do DF.

Conheça os editais

FAC Regionalizado: apoio a projetos artísticos e culturais, que garante a realização de projetos apresentados e realizados por artistas locais em oito macrorregiões do DF;

FAC Ocupação: promoção de ações transversais que dimensionem a cultura em sua função estruturante no desenvolvimento do DF. Está previsto quatro módulo específicos para projetos de: cultura e educação, com apoio a oficinas de formação em oito escolas públicas; cultura nos parques, com ações destinadas a 14 parques do Distrito Federal; cultura e cidadania, com apoio a projetos voltados para unidades do sistema socioeducativo, Casa Abrigo e os Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centros POP; ações voltadas à ocupação cultural de equipamentos públicos do DF, como espaços culturais no Plano Piloto (Biblioteca Nacional, Centro de Dança, Centro Cultural Três Poderes, Concha Acústica, Museu Nacional e Galeria Athos Bulcão), CONIC e o Setor Comercial Sul; bem como toda a rede de Bibliotecas Públicas do DF e equipamentos públicos de Ceilândia (Casa do Cantador), Recanto das Emas (CEU das Artes) e Núcleo Bandeirante (Museu Vivo da Memória Candanga);.

– FAC Áreas Culturais: O já tradicional apoio financeiro para fomentar iniciativas nas mais diversas formas de manifestação cultural: artes visuais, fotografia, artesanato, circo, cultura popular, dança, design e moda, livro e leitura, música, ópera, patrimônio, radiodifusão e teatro.

– FAC Manutenção de Grupos e Espaços: Apoio e valorização a espaços independentes e Pontos de Cultura de todo o DF, que viabilizará a manutenção e a programação dos contemplados por até dois anos.

Serviço:

Palestra de Capacitação sobre os novos editais FAC 2016

Quando: segunda-feira, 26 de setembro, das 19h às 22h.

Onde: Funarte – Eixo Monumental – Setor de Divulgação Cultural (entre a Torre de TV e o Centro de Convenções) / Sala – Cássia Eller / Brasília – DF

Público: interessados em apresentar projetos para o Fundo de Apoio à Cultura para os novos editais lançados no dia 8 de setembro.

Obs. Para concorrer no Edital, é necessário ter um CEAC (Cadastro de Entes e Agentes Culturais do DF) válido.

FAC lança quatro novos editas

O novo bloco de editais do FAC foi lançado nesta terça feira em evento realizado no Anexo do Museu Nacional da República. Os editais foram publicados nesta sexta-feira 09/09 (aqui), no Diário Oficial do Distrito Federal, com inscrições abertas a partir de segunda (12). São R$ 35,6 milhões para quatro editais construídos com ampla participação social, com linhas específicas para fortalecer a produção cultural das RAs, além de projetos voltados para cultura e cidadania, destinados a ações continuadas em centros POP, Casa Abrigo e demais iniciativas socioeducativas. Além disso, são disponibilizadas linhas transversais com uma interface com meio ambiente e educação, além do edital de linguagens artísticas e ocupações de espaços.

Os editais deste bloco também irão contemplar projetos livres, que permitem a inovação por meio de projetos que levem em consideração a transversalidade da cultura. “Abrimos a possibilidade de os projetos se estenderem a mais de uma linguagem, além de estreitarmos ações que tenham interface com a educação, com ações de sustentabilidade do meio ambiente e com a cidadania”, detalha o secretário de Cultura, Guilherme Reis.

Com esses novos editais, a Secretaria de Cultura permitirá entre outras iniciativas, apoiar projetos de cultura em diálogo com a cidadania e a educação, ou seja, potencializando as políticas públicas voltadas para a valorização e proteção do indivíduo, dos direitos humanos e garantindo acesso pleno à cidadania.

Os esforços da Secretaria de Cultura estão direcionados para ampliar o alcance do FAC tanto na transversalidade como na descentralização dos recursos, permitindo a ampliação de projetos executados nas 31 regiões administrativas do Distrito Federal, uma iniciativa inédita na história do fundo. “Pensando nisso, fizemos várias oficinas de Cadastro de Ente e Agente Cultural (Ceac) pelas RAs, e ainda vamos realizar novos cadastramentos enquanto os editais estiverem abertos. A ideia é aumentar a participação de quem não tinha acesso aos mecanismos de fomento da secretaria”, explica Thiago Rocha, subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural.

 

Conheça os editais

FAC Regionalizado: apoio a projetos artísticos e culturais, que garante a realização de projetos apresentados e realizados por artistas locais em oito macrorregiões do DF;

FAC Ocupação: promoção de ações transversais que dimensionem a cultura em sua função estruturante no desenvolvimento do DF. Está previsto quatro módulo específicos para projetos de: cultura e educação, com apoio a oficinas de formação em oito escolas públicas; cultura nos parques, com ações destinadas a 14 parques do Distrito Federal; cultura e cidadania, com apoio a projetos voltados para unidades do sistema socioeducativo, Casa Abrigo e os Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centros POP; ações voltadas à ocupação cultural de equipamentos públicos do DF, como espaços culturais no Plano Piloto (Biblioteca Nacional, Centro de Dança, Centro Cultural Três Poderes, Concha Acústica, Museu Nacional e Galeria Athos Bulcão), CONIC e o Setor Comercial Sul; bem como toda a rede de Bibliotecas Públicas do DF e equipamentos públicos de Ceilândia (Casa do Cantador), Recanto das Emas (CEU das Artes) e Núcleo Bandeirante (Museu Vivo da Memória Candanga);.

– FAC Áreas Culturais: O já tradicional apoio financeiro para fomentar iniciativas nas mais diversas formas de manifestação cultural: artes visuais, fotografia, artesanato, circo, cultura popular, dança, design e moda, livro e leitura, música, ópera, patrimônio, radiodifusão e teatro.

– FAC Manutenção de Grupos e Espaços: Apoio e valorização a espaços independentes e Pontos de Cultura de todo o DF, que viabilizará a manutenção e a programação dos contemplados por até dois anos.

Ao todo, serão mais de R$ 35 milhões a serem investidos neste bloco de editais. Este valor, somado às demais ações apoiadas pelo FAC e ao edital de audiovisual, que foi o maior da história do Brasil, totaliza mais de R$ 60 milhões disponibilizados. Com isso, em 2016 teremos o maior volume de pagamentos efetivos dos projetos da história do Fundo, superando 2015, que atingiu a marca de maior execução dos últimos anos.

As ações paralelas de fortalecimento do FAC também estão em curso neste segundo semestre. Um novo programa de políticas de promoção, difusão e intercâmbio cultural está em fase de reformulação. Batizado de Conexão Cultura DF, o programa deverá ser lançado ainda neste mês e será mais abrangente, com apoio à participação de artistas em grandes festivais e eventos internacionais, além de intensificar processos de formação e residências artísticas no Brasil e exterior.

No setor de audiovisual, a Secretaria de Cultura anunciou o resultado preliminar que contempla 71 projetos com R$ 21,9 milhões – e até o dia 15 de setembro terá o resultado final. É o maior número de projetos e recursos destinados ao setor, tornando o FAC o maior fundo de fomento direto do país.

Confira abaixo os Editais, o formulários e os demais anexos necessários para inscrição:

A partir do dia 12 de setembro , por meio do site  editais.cultura.df.gov.br poderão ser feitas as incrições que ficam abertas até o dia 26 de outubro de 2016 (quarta-feira).

FAC Regionalizado

Edital-02-2016-Seleção de Projetos FAC 2016 – Regionalizado

– Edital-02-2016 – Anexo I – FAC Regionalizado

– Formulário de Inscrição – FAC Regionalizado

FAC Ocupação

Edital-03-2016- Seleção de Projetos FAC 2016 – Ocupação

– Edital-03-2016- Anexo I – Ocupação

– Formulário de Inscrição – FAC Ocupação – Cultura e Cidadania

– Formulário de Inscrição – FAC Ocupação – Cultura Educa

Formulário de Inscrição – FAC Ocupação – Cultura nos Parques

– Formulário de Inscrição – FAC Ocupação – Ocupação Cultural de espaços e equipamentos públicos

FAC Áreas Culturais

Edital-04-2016 -Seleção de Projetos FAC 2016 – Áreas Culturais

– Edital-04-2016 – Anexo I – Edital Áreas Culturais 2016

– Formulário de Inscrição – FAC Áreas Culturais

FAC Manutenção de Grupos e Espaços 

Edital-05-2016 – Seleção de Projetos Manutenção de Espaços e Manutenção de Grupos Artísticos

Edital-05-2016 – Anexo I – Manutenção de Grupos e Espaços

Formulário de Incrição – Manutenção de Grupos e Espaços – Ver. Atualizada

– Planilha Orçamentária – Manutenção de Grupos e Espaços

Anexos Gerais

Anexo III – Plano de Trabalho – Planilha Orçamentária (planilha para os editais FAC Regionalizado, FAC Ocupação e FAC Áreas Culturais)

– Anexos IV e V – Plano de divulgação e o cronograma de execução estarão disponíveis dentro do Formulário de Inscrição

Anexos FAC Ocupação

Anexo VI – Plano de Curso/Oficina

– Anexo VII – Regimento Interno Parques – IN 151 – IBRAM

– Anexo VIII – Descrição dos espaços – estruturas e equipamentos disponíveis

Anexos FAC Áreas Culturais

Anexo VI – Plano de Curso/Oficina

Anexo VI – Palno de Pesquisa